Did I believe in past lives, reincarnation? If so, in what ways?

by Satya


After some years of working as a therapist and a therapeutic, self-discovery retreat’s facilitator and a lot of research on human behaviour and relationships, something made a point: Did I believe in past lives, reincarnation? If so, in what ways?


Besides having always, a deep feeling that reincarnation exists since small age and many dreams that revealed to me these lives, besides having a clear internal perception, that there is past, present and future, that all these linear spatial times in fact are projections that we need to live in this reality .... but in the cosmos, they all coexist at the same time .... which means that we all live in these realities of infinite possibilities, but somehow our conscious understanding only allows us to reach here and now in a very limited way and at the same time, the safest way for our coexisting in this society.


All these constant questions since very young age and working with power visionary plants in indigenous tribes and observation of many people in spaces of deep inner research leads me to believe that we are much more than we can access and that many of our relational issues are beyond this reality and the relationships it contains. Many of our internal issues do not exclusively concern what we live in this life, are constantly and closely related to our entire memory as a human species, as part of a planetary ecosystem, planet earth, which is within an eternal matrix ... that we can only access through our spirit.


To explain human behaviour and to expect that psychotherapy is sufficient for a true transformation does not seem to me to be plausible ... I believe as a therapist that psychotherapy plays a very important role in the development of the human being, a fundamental piece for us to be aware of who we are, what patterns we have acquired during this life, helping to choose which patterns we want to break, transform, and re-create ... but it stays around. I believe that a vital transformation has to be helped by a true inner questioning of each one, personal questions and universal questions, who am I, what is life, what is the meaning?




This brings us to the question of matter and the spirit. And again, to the question of the reincarnation of souls. The visionary and power plants of the ancient indigenous tribes are undoubtedly one of the keys that opens the doors of the soul ... and a soul is beyond this life ... a soul is an eternity ... where we are all one and where many revelations can take place helping a vital transformation.


Almost all great religions believe in reincarnation, all great spiritual teachers speak to us about reincarnation and accountability for our actions, what we do today makes us the person we recreate at every moment ... but nothing is forever, we have always possibility to recreate our life and our being with our inner work .... an eternal work until we become awareness, compassion and energy in which there are no qualifications of good or bad .... just energy ... energy that gains a body in this reality and is taught through the human mind to qualify ... until we are diluted in an eternal consciousness.


Satya

www.workingwithsatya.com


_________________________________________________________________________________


Translation to Portuguese:


Depois de alguns anos a trabalhar como terapeuta e facilitadora de processos de auto-descoberta e muita pesquisa sobre o comportamento humano e suas relações, algo fazia saltar uma questão: Acreditava eu em vidas passadas, reencarnação? Se sim, em que moldes?


Além de ter tido sempre um sentimento profundo que existe reencarnação desde pequena e muitos sonhos que me revelavam essas vidas, além de ter uma perceção interna clara, que não há passado, presente e futuro, que todos esses tempos espaciais lineares na verdade são projeções que necessitamos para viver nesta realidade....mas no cosmos, todos eles coexistem ao mesmo tempo....o que significa que todos nós vivemos nessas realidades de possibilidades infinitas, mas de alguma forma o nosso entendimento consenciente só nos permite alcançar o aqui e agora de uma forma limitada.....todas estas questões constantes desde muito nova e o trabalho com plantas de poder em tribos indígenas e observação de muitas pessoas em espaços de profunda pesquiza interior leva-me a acreditar que somos muito mais do que podemos aceder e que muitas das nossas questões relacionais estão para além desta realidade e dos relacionamentos que ela contém.


Muitas das nossas questões internas não dizem exclusivamente respeito ao que vivemos nesta vida, estão constantemente e intimamente relacionadas com toda a nossa memória enquanto espécie humana, enquanto parte de um ecossistema planetário, planeta terra, que está dentro de uma matriz eterna...a que só podemos aceder através do nosso espírito.

Explicar o comportamento humano e esperar que a psicoterapia seja suficiente para uma verdadeira transformação não me parece que seja plausível...acredito como terapeuta que a psicoterapia tem um papel muito importante no desenvolvimento do ser humano, uma peça fundamental para termos consciência de quem somos, quais os padrões que adquirimos durante esta vida, ajudando a escolher que padrões queremos romper, transformar e recriar... mas fica por aqui. Acredito que uma transformação vital tem que ser ajudada por um verdadeiro questionamento interior de cada um, questões pessoais e questões universais, quem sou eu, o que é a vida, qual o sentido....?


Isto leva-nos a questão da matéria e do espirito. E novamente à questão da reencarnação das almas. As plantas visionárias e de poder das antigas tribos indígenas são sem dúvida uma das chaves que nos abre as portas da alma...e uma alma está para além desta vida... uma alma é uma eternidade… onde todos somos um e onde muitas revelações podem ter lugar ajudando a uma transformação vital.



Quase todas as grandes religiões acreditam na reencarnação, todos os grandes mestres espirituais falam-nos na reencarnação e na responsabilização pelos nossos atos, aquilo que fazemos hoje torna-nos a pessoa que recriamos a cada momento...mas nada é para sempre, temos sempre possibilidade de recriar a nossa vida e o nosso ser com o nosso trabalho interior....um trabalho eterno até nos tornarmos em puro amor, compaixão e energia em que não há qualificações de bom ou mau....apenas energia....energia essa que ganha um corpo nesta realidade e que é ensinada através da mente humana a qualificar-se... até nos diluirmos numa consciência eterna.


Satya

81 views